sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Coisas que nao posso dizer aqui...


A mete-nojo faz tudo para agradar ao chefe. Marca-lhe consultas se ele se sente mal, leva-o a casa se ele não tem carro, procura-lhe uma babysiter para ele poder vir ao jantar de Natal da empresa. Ao seu mínimo suspiro, já se ouve a voz dele "Yes, Boss".
E claramente a preferida dele. Vi isso logo no primeiro dia, ainda a lutar com a capacidade de comunicar em inglês.
E não lhe tiro mérito, para alem dos favorzinhos pessoais, vejo que se dedica e empenha muito no trabalho. Sem duvida o sonho de qualquer chefe. Onde lhe faltam capacidades e a nível de companheirismo e trabalho em equipa.
A mim não me incomoda que seja a favorita. E muito menos me incomoda que se chegue a frente nos tais favores. Incomoda-me quando a coisa perturba o meu trabalho.
A menina sabe que e a favorita, mas tem medo que esse posto lhe seja roubado.
E por isso, mete-se no trabalho das outras duas.
Quer saber tudo o que fazemos, como fazemos. E depois diz logo ao chefinho que também ajudou, que também opinou, que também sei la o que.
As vezes, enche-se de si própria e desta clara preferência e arma-se em chefa. Diz-nos que hoje deveríamos fazer isto e aquilo. E atira com um "eu vou dizer ao chefe" se não fazemos o que ela diz.
Por enquanto, a confusão comigo ainda só chegou ao blogue, onde vou desabafando. Tento relativizar. Espeto aqui com os meus insultos, respiro fundo, faço-lhe o meu melhor sorriso e continuo o meu trabalho. Com a outra colega a coisa já foi um bocadinho mais longe, embora eu desconheça todos os detalhes. Só sei que a outra acabou por lhe dizer das boas em frente ao chefe e agora vai ter uma conversa com ele.
Sinceramente, acabo por ter pena dela. Com esta demanda de agradar ao chefe, trabalha que se desunha, arranja lenha para se queimar e ainda se afasta da equipa.

3 comentários:

Mie disse...

Ui infelizmente disso e o que ha mais.
Cuidado nao va ela tentar lixar o teu trabalho com receio que lhe tires o protagonismo.
Ha alguns anos atras tive uma colega assim, que me enganou, disse-me coisas que nao estavam correctas quando descobri peguei nela e disse-lhe que podia estar descansada que nao estava ali para lhe tirar o lugar e que a proxima que fizesse iamos as duas ate ao departamento de recursos humanos. Remedio santo, ficou mansinha nunca mais se atreveu sequer a perguntar o que e que eu estava a fazer.
Boa sorte e olho aberto ;)

Ana disse...

Esse tipo de pessoa é desprezível. Odeio lambe-botas. Desconfio sempre de pessoas que se mostram demasiado prestáveis com os chefes, patrões e etc. Uma coisa é ser boa profissional, outra coisa é prestar-se a todo o tipo de coisas para agradar. O meu radar dispara logo com esse tipo de pessoa e tento manter a maior distancia possível.

Jorge disse...

Pois... lambe botas há em todo o lado, mas enfim faz o teu trabalho e "caga" nela.

Beijos d'alma