quinta-feira, 28 de abril de 2011

Enquanto Dormias


As vezes acho que este blogue poderia muito bem chamar-se Quadro de Recados.
Nao cumpre, actualmente, o seu objectivo inicial e serve apenas para dar noticias minhas aos que estao longe. Deixei de me preocupar com os temas, e vou fazendo disto um pequeno diario. Deixei de me preocupar com a escrita, desde que perdi os acentos. Deixei de me preocupar com quem le e o que e perdi (um pouco) do meu anonimato.
Mas, pensando bem, nunca este nome fez tanto sentido.
Sinto-me adormecida, enquanto espero pela vida que quero.
O tempo passa depressa, estes 6 meses passaram a correr e dao a ideia que, isto, afinal, nao custa nada.
Mas sinto que, a medida que vivo menos um dia e mais uma vitoria, perde-se tambem, tempo precioso, daquilo que deixei pendente.

4 comentários:

Anónimo disse...

Cariño eu percebo bem este post. Eu venho ao teu blog para saber como estás, q tal anda esse animo, etc e sabes q adoro!
Qt ao nome para mim significa desde o principio a ideia de q enquanto uns dormem, ctg passam se sp mtas coisas. Por ex eu vou ao aeroporto e nem sp trago de lá uma historia. Enqt q as tuas viagens trazem sp uma os duas historias hilariantes. Quem é q está a dormir?!
Sobre estares adormecida, nao estamos de acordo. Ha mt gente a dormir de facto mas tu mudaste a tua vida toda pq insistes em nao te acomodares e sabes bem o q queres.

Moral da historia: o teu blog mantem nos acordadas e deve servir-te e nao deve por te ao servico do blog.

Hj estou "faladora" mas com alguma dificuldd de expressao. Espero ter sido clara. Tb nao me esqueci da nossa conversa pendente. Pendente mas nao esquecida!

Bbbbb de saudades!

R. disse...

As situações pendentes são sempre mais difíceis de resolver, se deixamos passar muito tempo.
E vais continuar a esperar "pela vida que queres", ou vais fazer alguma coisa para que ela aconteça?
Ás vezes tudo passa à nossa frente, sem que consigamos ver o que se passa...

Como diz o spot: "Just do it!"

clara disse...

Os vossos comentários, cada um à sua maneira, não poderiam ser mais motivadores. Como digo no post que acabo de publicar, desta vez, não vou fugir, nem acobardar-me. Há uma lição a retirar de tudo isto e eu vou aprendê-la e aplicá-la. Letrinha a letrinha.

R. disse...

Este teu comentário, complementa os dois anteriores. Nem mais...