terça-feira, 17 de maio de 2011

Note to self


Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria. Nunca mais cortar a franja a mim propria.

4 comentários:

MRPereira disse...

Correu assim tão bem... :)

Beijo

João(mais nada) disse...

:)

Anónimo disse...

Deixa lá, acabas por te habituar. E muitas vezes, não fica tão mal quanto nos parece no príncipio .

Bjs Maria S.

Anónimo disse...

Vá mostra lá isso... Meeeeeeedo!
B