segunda-feira, 23 de maio de 2011

Talvez, apenas, um até já

Não tenho forças para escrever, não tenho forças para responder aos comentários, não tenho forças para a dieta, ou para as caminhadas. Há sempre qualquer coisa, o frio, a chuva, o vento. Dia sim, dia não.
Vontade tenho, muita. Mas as forças, essas, gasto-as logo pela a manhã, ao forçar-me a levantar-me para um dia vazio.
Há tempos escrevi que era menos um dia. Que essa era a motivação. Que lá chegaria. Mas de que serve levantar-mo-nos para um dia, cujo o único objectivo é vê-lo passar. Bem depressa.
Não gosto de me ler, não de me ouvir, não gosto de me pensar.
Queria aqui chegar e escrever, letras bem grandes, DESISTI. Desistia do tal desafio, encontrando uma qualquer solução, que me fizesse sentir mais quentinha.
Quando me sinto feliz, sinto-me quentinha.
Gostava de ir ao site das viagens, marcar só viagem de ida, que neste caso, seria de volta e vir aqui contá-lo. Feliz e contente.
Estou farta deste meu melodrametismo e não quero que o leiam.
Por isso, por agora, este blogue fica por aqui.
Talvez um dia volte. Talvez não.
Agora, tenho frio, muito frio.



5 comentários:

Catarina' disse...

Eu fico à espera que voltes.
Talvez quando o frio passar *

nils disse...

Até já, então.

Maria disse...

Queria escrever algo que te fizesse sentir melhor, mas sei que quando estamos assim , o silêncio é o melhor, o nosso e o dos outros. Por isso digo-te apenas, que existem aqui pessoas que gostam muito de ti e que esperam que fiques quentinha o mais rápido possível .

Bjs grandes, e até já !

May disse...

Bilhete de ida para descansar, mas também de volta para o blogue :)

Anónimo disse...

Fico triste, mesmo triste. Mas take your time. Encontrarei outros meios p saber de ti, sejam quais forem as noticias.
Bbbbbbbb