quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Querida Blogger

Acompanho o teu blogue ha anos e continua a ser um dos meus favoritos. Lembro-me quando comecou e voces eram mais que uma. Adoro o nome, os nomes que tinham cada uma das suas autores e o conteudo.
As vezes identifco-me, outras rio-me, as vezes, acho apenas interessante pr falar de algo que desconheco ou algo que gostaria de saber melhor ou conhecer mais.
As outras autoras foram desaparecendo e tu foste mantendo o blogue com a mesma qualidade.
Acompanhei as tuas frustacoes amorosas e o comeco desta relacao mais duradoura, que tens actualmente. Lembro-me perfeitamente de nao quereres, depois passares a querer, mas achares que ja era tarde e de la conseguires resolver a coisa com o telefonema e termos todas concluido contigo que a falar e’ que a gente se entende e ainda bem que tiveste a coragem de fazer essa chamada.
Continuo a acompanhar as aventuras da vida de casal, a procura de emprego e actual emprego (finalmente).
As primeiras vezes que criticaram essa tematica de que falas de vez em quando, achei que era injusto. Achei que era simplesmente de uma coragem imensa contar essas historias que ate tinham piada. Quando criaram aquele blogue da pipi, achei que exageravam na forma como satirizavam o assunto. Mas, agora, confesso, tambem ja comeco a achar que te foge o pezinho demasiadas vezes e acho que ja chega e ja comeca a ser infatil a piadinha.
Ja chega de tanto falar em coco!

Sem comentários: