quinta-feira, 1 de março de 2012

Sou fresca, sou

A vantagem dum flirtzinho inocente no trabalho, é que a pessoa vai logo com outra alegria para o trabalho. Cuida-se um bocadinho mais e até leva melhor a dieta, só para caber naquela saia, mesmo gira, que ficava tão bem, há 10 kilos atrás. A pessoa levanta-se num àpice, pela manhã, só para escolher a camisa que ainda serve, secar o cabelo, tapar olheiras e ainda ter tempo para borrifar um perfumezinho.
Chega ao trabalho com um sorriso, cruza-se no corredor, pisca o olho, sorri, ouve elogio, volta para o lugar toda contente e até escreve um mail á chata da Maria da contabilidade com outra disponibilidade.
Vai ao cafezinho antes da reunião, troca umas indirectas, e embalada pelo espirito até atira com umas piadas, na tal reunião.
Os outros à volta, apreciam o bom humor, mandam-nos os números mais depressa, tiram-nos dúvidas com outro gosto e até vão ao google tradutor, descobrir thank you em português.
A grande desvantagem do flirt no trabalho são as férias. Devia incluir-se no código do trabalho que todo o trabalhador que inicie flirt no trabalho, passa a ter que informar o outro das suas férias e outras ausências. Não seria necessária nenhuma troca de números de telefone no flirt inocente, não fosse dar-se o caso de ser necessário informar que se está doente.
É que é chato, chegar e ver a cadeira vazia e era escusado o trabalho de passar a ferro nessa manhã e sempre se evitava esse mau humor.

2 comentários:

belle du jour disse...

és? acho que somos! e quem disser o contrário, na minha opinião, que vale o que vale, está a mentir. todas/os gostamos de saber que cintilamos aos olhos do sexo oposto (e às vezes do mesmo sexo lol) é a lei da natureza. o predador e a preza. humm ;). faz tão bem ao ego!

Anónimo disse...

Revejo me! Tens td a razao ;)
Bbbb