terça-feira, 15 de maio de 2012

Lixada com F grande

Uma das pessoas de quem mais próxima acabei por ficar, nesta minha aventura por terras irlandesas, voltou hoje para o seu país, muito provavelmente, de vez.

Mas não partiu sem antes espalhar agradecimentos e presentes pelos colegas. Ele foi garrafas de champanhe, "obrigada por teres sido tão simpática", garrafas de vinho, "obrigada pela ajuda", flores, comida e sei lá mais o quê.

E agora, a pergunta para queijinho: tendo em conta que jantou na minha casa fim de semana sim, fim de semana não, que lhe dei boleia diariamente para o trabalho, quando esteve lesionada, que saímos muitas vezes juntas, e essas coisas todas que duas amigas fazem, qual foi a despedida que me ficou reservada?

Nenhuma. Nem uma mensagem, um telefonema, nada. Rien de rien.

4 comentários:

Turtle disse...

Ainda bem que se foi embora, então. Escusas de desperdiçar mais tempo com ela!

Anónimo disse...

Isso eh o que faz arranjar amigas! Tens de arranjar eh mais amigos, sempre pode ser que um seja o tal.

Quase nos "entas" disse...

ah....vai lá vai....

Maria disse...

bolas... e não lhe perguntaste nada?? Tipo "foste sem te despedir de mim porquê??"