sábado, 1 de setembro de 2012

In love

Estou apaixonada e não o queria escrever.
Estou apaixonada, mas não tenho um namorado, um marido e nem sequer vou ter filhos.
Estou apaixonada e não tenho um final feliz, para compor este post.
Oiço muita gente dizer que só percebeu que o amor não tem que ser complicado, quando finalmente o encontrou.
É simples, é tão simples. São as borboletas no estomago, o sorriso de orelha a orelha quando se está por perto ou à mera lembrança, é o nosso reflexo nos olhos alheios. É cumplicidade, intimidade e outras coisas terminadas em ade. É perder o apetite, o sono e, ainda assim, ganhar energia.
É estar feliz, só porque sim, só porque se sente.
Estou apaixonada e não queria dizer.

6 comentários:

Anónimo disse...

Tu estas eh passada!! e ainda nao o descobristes!!

clara disse...

"descobristes", "descobristes". Completamente apanhada.

Anónimo disse...

Desculpai tamanha palavra que vossa excelencia nao entende, por um momento me julguei perdido na infinidade da sua resposta!

clara disse...

Como dizem por aqui: oh, for fuck sake!

a_secretária disse...

enjoy!

Anónimo disse...

É tão bommmm....