terça-feira, 18 de setembro de 2012

Sou só eu?

Escrever ajuda-me a relativizar as coisas, a po-las em perspectiva e, muito importante, rever padrões.
Bem podia escrever num bloquinho, daqueles como os que tinha aos 12 anos, que tinham uma chavinha que de nada servia, porque o meu irmão conseguia abri-los na mesma, sem que eu desse por isso. Mas nada disso, eu gosto é de escrever para a internet. Senti-me tentada em dizer que é para milhares de pessoas, mas voltou-me a modéstia ao espírito e ao meu sitemeter.
Ontem uma amiga dizia-me que tinha estado a ler o meu blogue e quase morri de vergonha. Não tenho por habito arrepender-me do que faço e, nem por isso, tenho vergonha. Mas se calhar devia, começo a ter consciência de que sou um caso raro, que agora que começou a nascer-me o dento do sizo, o dito foi-se todo. Deve estar ali todo concentrado no dente e deve ter-se esquecido que na cabecinha e que fazia mesmo falta.
Isto para dizer que me sentia um pouco tentada a escrever aqui e agora o que me anda a passar pela cabeça. Assim, quando daqui a uns tempos as pessoas vierem dizer-me, “lá estas tu outra vez, olha que isso é tal e qual como da outra vez”, antes de eu proclamar bem alto e dizer que não é nada, que desta vez é totalmente diferente, porque isto e aquilo e todos esses pormenorzinhos que não fazem diferença nenhuma, ir pesquisar no meu bloquinho (ou bloguinho) e ver, com palavras minhas, que sim, que esta treta vai dar ao mesmo.
A malta gosta de por no facebook que não se arrepende dos erros porque aprendeu e pardais ao ninho e isso é uma grandecissima peta que nos pregam. É válido para a tabuada, os ditados, os problemas de aritmética, mas não para carácter, feitio, impulsos.
Eu desenvolvi um padrão e, quando me deparo numa mesma situação, faço tudo tal e qual, ipsis verbis, igualinho, igualinho. Sou uma miúda de impulsos e coração mole.

3 comentários:

Anónimo disse...

"Sou uma miúda de impulsos e coração mole", gosto desta frase prinssuza, revela sinceridade e maturidade, parabens!subiste 2 posicoes na minha categoria de auto-estima!!

Little Lady disse...

Eu gosto de ler os teus impulsos e o teu coração mole...

clara disse...

Afinal, às vezes, as nossas "fraquezas", às vezes servem para algumas coisas ;)