terça-feira, 23 de outubro de 2012

As soon as possible

Eu confesso, sou como todas as gajas. Às vezes, passa-se-me pela cabeça que até gostava de ter um namorado. Ou pelo menos, gostar de gajos menos complicadinhos. "agora não sei bem o que sinto", "agora já sei", "ai, espera, que se me encravou a unha do pé, não é boa altura para compromissos sérios". Porra, esta merda tem que ser mais fácil. Já ouvi dizer que às vezes é muita fácil.

Mas depois lembro-me que a ultima vez que li algo do género, foi há uns anos, nas vésperas da pipoca casar, no blogue da mesma. Não tenho dúvidas nenhumas que o Arrumadinho é fácil em muita coisa. Mas será fácil tirar-lhe a calça vermelha? Será que o caixinha de óculos, que corre com o calção de lycra, é capaz de montar determinadas mobilias de quarto? Naaaaa, prefiro complicado.

4 comentários:

Anónimo disse...

Olá Clara.

Achei o teu blogue ontem e quase o li de uma ponta à outra. como "estagiaria" emigra acredita que me ajudou bastante numa fasezita mais negra em que a novidade ja passou. Obrigada!


Rita

clara disse...

Olá Rita,

Fiquei tão contente com o teu comentário.
Uma pessoa escreve umas larachas no blogue, deita cá para fora e depois recebe um comentário destes... É tão bom!
Admiro a tua paciência para ler os meus disparates.
Obrigada e boa sorte.
O ciclo é mesmo esse, novidade, fase de estgnação "mas o que é que eu estou aqui a fazer" e depois melhora ;)

Fuschia disse...

Mas porque é que o oposto de complicado tem de ser o gajo maniento da calça vermelha? Ou porque é que achas que o gajo da calça da vermelha não é complicado na mesma?

clara disse...

É o unico caso que ouvi falar.