segunda-feira, 22 de outubro de 2012

O BILF


Ontem tive a oportunidade de conhecer pessoalmente aquele que foi eleito o BILF 2012.
Para quem não sabe BILF é o blogger I would like to fuck (passo a expressão), uma iniciativa promovida pela Polo Norte já há uns 3 anos. Há uns quantos bloggers masculinos nomeados e depois há umas miudas (e outros que tais) que votam no blogger que, não conhecendo, só por aquilo que o gajo escreve, viam-se capazes de dar umas cambalhotas e outras acrobacias com o dito.
Não conhecendo pessoalmente os outros nomeados, posso dizer que não foi mal escolhido. Eu achava que me ia aparecer um gordo, de oculinhos, borbulhento, daqueles que são absolutamente brilhantes, mas atrás de um ecrã.
E afinal não, o gajo até é giro. Estou até convencida que as irlandesas já o nomearam para PILF 2012, Portuguese I would like to fuck (mais uma vez, passo a expressão). A ele e a todos os latinos que deambulam pela ilha, mas isso agora não interessa nada.
Aflito de seu nome, pareceu-me que são poucas as coisas que o afligem. As cenas que escreve no blogue devem ser mesmo uma aflição, que ele tem mesmo que deitar cá para fora, de tão raras.
Depois de muita publicidade ao restaurante que tinha escolhido para jantarmos, de voltas e voltas para encontrar o restaurante, "tenho a certeza que fica entre duas pontes" (alguém sabe quantas pontes há em Dublin? Muitas.), de me explicar que era tão bom, tão bom, que tinha mesmo que se fazer reserva, batemos com a porta na cara, porque ele não a tinha feito.
Resolvida a questão do restaurante, passámos à conversa. Não me perguntem se é falador, simpático ou qualquer outra coisa. Uma miúda que vive há dois anos, na Irlanda, não pode desperdiçar uma oportunidade destas para falar em português. Falas para a próxima, Aflito. O que posso dizer é que é bom ouvinte. 80% do tempo. Os outros 20, coitado, passa-os a focar na rabo da empregada brasileira. Acho que ele tem miopia e que devia estar a tentar ver a marca das calças, para depois sugerir à irmã. Não vejo outro motivo.
Desengane-se quem tiver a expectativa, como eu tinha, que, ao vivo e a cores, o miúdo se acanhe quanto ao humor negro. Népias. Politicamente correcto não é com ele. Recuso-me a citar aqui algumas das piadas, porque não me apetece receber insultos, pelo facto de ter soltado uma gargalhada. Correcto ou não, dou a mão à palmatória, o gajo tem piada.
Finalmente, um conselho para ti, Sr. Aflito. Isto de levares a casa uma miúda que não conheces de lado nenhum, sem ser através do blogue, que te conhece como o BILF (que já todos sabemos o que quer dizer), porque te esqueceste do casaco ou do comando, é uma acção de alto risco. Tiveste sorte porque era eu. Presumo que o facto de me teres feito andar quilometros e quilometros, primeiro à procura do rstaurante, depois à procura de segundo restaurante e ainda à procura do pub onde se possa conversar (que, obviamente, nunca encontrámos) tenha sido uma boa estratégia.

4 comentários:

Anónimo disse...

No comments babe, Jesus Christ!

Aflito disse...

Há gajas com sorte, há... :|

clara disse...

Como a brasileira, claro, que comprou um bom par de calças ;)

Quase nos "entas" disse...

ahahahhah
maravilha
nao conhecia a expressao