quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Querido Pai Natal

Isto não tem andado fácil, mas ainda não estou preparada para recorrer a sites manhosos na internet. Só me restas tu.
Se é para pedir, aquilo que queria mesmo e me faz mesmo falta, é um namorado. Nem é tanto por mim, é mais pela minha avó, 'tadinha, que não se cala com coisa. Para que vejas como sou altruísta.
Para te facilitar a vida, pode ser um irlandês. Escusas de ter encargos com portes e assim, sempre tenho desculpa para problemas de comunicação. Já agora, se é para ser irlandês, quero daqueles à séria, ruivinhos e cheios de sardinhas. São feiinhos em adultos, mas fazem uns bebés muita giros.

1 comentário:

Soneca disse...

Já que é para o Pai Natal trazer, convém não esquecer de pedir que o rapaz venha com certificado de garantia. Uma garantia válida, no mínimo, por vinte anos e que cubra todos os componentes. :)