sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Restart?

Diz que vem aí o ano novo. Nunca liguei muito a esta coisa de mudar a data no calendário. É só mais um dia e por mais resoluções que se façam, na verdade, pouco se renova.
Há quem deixe de fumar, quem comece uma dieta, quem proclame que vai mudar o mundo. Tretas. A vontade será igualinha, tenhamos nós que pôr um 2 ou um 3, numa data. Na verdade, nem isso muda, que andamos ali três meses em negação, ora bolas, que esqueço-me sempre que mudou o ano. Quem deixa de fumar, continuará a sentir as vicissitudes do vicio, quem começa a dieta terá fome e quem quer mudar o mundo, continuará no sofá a mudar de canal.

Mas este ano, para mim, é diferente. Tenho uma resolução. Um recomeço. Tenho esperanças que o tal númerozinho que muda, pare também o comboio das peças de dominó em que me vi metida. Caiu a primeira e lá foi tudo, por ali a fora, uma atrás da outra, até, quase, não sobrar nenhuma. Vou desejar que o número que muda, trave a sequência, apague e perguntar-te, começamos tudo de novo?

Sem comentários: