quarta-feira, 13 de março de 2013

Se isto fosse em Portugal

-          Já me teriam arrancado o dente do ciso há séculos. Muito provavelmente, aproveitam a coisa e arrancavam não um, mas logo os 4.
-          As cenas no trabalho também me deixariam chateada, mas não levariam a crises existenciais “quem sou eu?”, “que faço eu?”, “para onde vou?”;
-          Se o gajo não me ligasse, iria jantar com as minhas amigas que me conhecem desde sempre, sabem que não sou perfeita, mas fariam um esforço só para nos focarmos nas minhas qualidades, falaríamos de mil e uma coisas, umas mais fúteis que outras e acabaríamos a noite com uma de duas conclusões, ou que o gajo ainda ia ligar ou que era um trastre e eu mereco muito melhor;
-          Teria frio, que antes de vir para esta terra ainda mais fria, a coisa já me assistia, mas não haveria neve, nem estradas escorregadias e muito menos pneus carecas, porque o meu pai já me teria tratado do assunto;
-          Não sentiria tantas saudades...

Sem comentários: