quarta-feira, 5 de junho de 2013

Ainda a vida de emigrante

Uma pessoa vem a Portugal, começa por aproveitar para festejar o seu aniversário. Com os amigos, com a família, com o pardal e o periquito.

Depois aproveita para tratar de cenas, a casa, os papeis, os bancos e todas as porcariazinhas que, nem nos meus melhores sonhos, a minha mãe deixaria passar.

Tudo debaixo de um calor abrasador.

Quando finalmente relaxa, põe creme, encolhe a barriga, põe os óculos de sol, endireita as costas e levanta o queixo, pronta para aquilo que durante um ano tanto almejou... chega à praia e está frio.

3 comentários:

Quel* disse...

Pois, o tempo por cá está assim.

Anónimo disse...

Nem queiras saber como esta na Irlanda!!! Sol e 24 graus que parecem mais de 30!!

clara disse...

Já ouvi dizer.. :(