segunda-feira, 24 de junho de 2013

É mais forte que eu

Digam o que disserem, há sempre um ponto de viragem. Nada acontece de um momento para outro. Há sempre, sempre aquele ponto em que podes escolher se queres avançar ou ficar por ali. E sabes que vai dar porcaria.
Até pode ser que vás lá só por curiosidade, por teres dúvidas se é mesmo aquilo que parece ou se são coisas da tua cabeça. Por achares que tens tudo sob controlo. Mas esse momento em que podes parar e pensar naquilo que estás a fazer, esteve lá. está sempre lá. Não há desculpas.

Sem comentários: