domingo, 11 de agosto de 2013

Descoberta do dia

Os cães, quando estão ávidos de atenção, ficam felizes mesmo que a atenção dada seja para ralhar.

Também há pessoas assim.

 

3 comentários:

Quel* disse...

Eu também sou um bocado assim. Quando eu e o ex namorado acabamos, eu só queria ele falasse comigo, mesmo que fosse para me tratar mal, ou ralhar.
Hoje sei que não há nada mais triste que isso.

clara disse...

Um grande abraço para ti, Quel*. Não porque o fizeste, que tonterias fazemos todas, mas por escrevê-lo aqui. É de valor!

Isa disse...

Ou: as pessoas são como os cães, quanto mais atenção querem, mais merda fazem...