segunda-feira, 19 de agosto de 2013

You make me happy

Se te escrevesse, contar-te-ia que há pessoas que me apaixonam. Não dessas paixões que envolvem beijos e sexo e essas coisas todas que tornam tudo tão confuso. Não paixões dessas que envolvem exigências e compromissos e actos socialmente incutidos.

Se te escrevesse, explicar-te-ia essas minhas outras paixões. Por objectos, projectos, livros, pessoas. Pessoas em geral. Pessoas em particulares.

Se te escrevesse, dir-te-ia que também há paixões por olhares, por empatias, por aquelas frases que só duas pessoas entendem. Há paixões que surgem só do facto de podermos ser nós próprios. Só por esquecermos tudo o resto, o trabalho, o gajo que nos deu com os pés, os quilos a mais, até as dores nos pés. Há paixões por coisas, pessoas, animais que, simplesmente, nos fazem felizes.

Se te escrevesse, confessar-te-ia que vou sentir a tua falta...

Sem comentários: