quinta-feira, 12 de setembro de 2013

30 minutos

Todos os dias permito-me pensar em ti durante 30 minutos, nem mais nem menos. Durante esse tempo, percorro com pressa todos os lugares, todos os momentos, todos os toques, os abraços, os beijos com sabor a tabaco e a cerveja. O teu olhar, esse olhar, o olhar. Tento prender os pormenores na memória. Se o abraço em que me sussurraste ao ouvido essas estórias, terá sido aquele ao pé do rio ou o outro ao pé dos bares. 30 minutos é o tempo em páro só para pensar em ti. Para a semana serão 20. Até chegar esse dia em que a saudade não se sinta. Até chegar o dia em que não me assaltes o pensamento enquanto preparo um documento importante, ou durante a reunião enfadonha, ou durante a reunião importante, ou enquanto falam comigo, os colegas, os amigos, os pais, ou enquanto sonho. 30 minutos. Até um dia.

 

2 comentários:

Quel* disse...

E esse dia acaba por chegar, mais rápido do que pensamos :)

Maria disse...

Passei por acaso...gostei e fiquei!!!
Bjs
Maria