sexta-feira, 29 de agosto de 2014

E recomenda-se

Hoje perguntaram-me como ia a minha vida amorosa e a verdade é que, hoje, neste preciso momento, está óptima. E não, isso não significa que me tenha aparecido um cavaleiro andante. Estou sozinha. Mas feliz. 
Não estou a recuperar de nenhum desgosto, não estou a tentar conquistar alguém e sinto que todos os meus capitulos, nesse campo, se encontram bem resolvidos. Hoje, se me perguntassem ontem, talvez nem tudo estivesse tão resolvido, perguntem-me amanhã e logo veremos. Hoje é esse o estado de espirito. E é de aproveitar. Conhecer alguém que me provoque urgências, correspondidas ou não, é só uma questão de tempo, que a vida é mesmo assim. Nem vale a pena procurar, a coisa dá-se, acontece e não há nada a fazer. 
Por ora, estamos bem. Eu e ela, a vida amorosa. 

Sem comentários: